O que é a Energia Escura?

Dez 6, 2021
admin

A Energia Escura é um fenómeno enigmático que actua em oposição à gravidade e é responsável por acelerar a expansão do universo. Embora a energia escura constitua três quartos da energia em massa do cosmos, a sua natureza subjacente continua a iludir os físicos. A energia escura não tem conexões reais com a matéria escura, além de compartilhar a palavra dark, o que significa apenas que os cientistas não sabem realmente o que são essas coisas.

Quem descobriu a energia escura?

A compreensão de que o universo está se expandindo pode ser rastreada até o astrônomo americano Edwin Hubble, que notou, em 1929, que quanto mais distante uma galáxia está da Terra, mais rápido ela se afasta de nós, de acordo com o site do Telescópio Espacial Hubble. Isto não significa que nosso planeta seja o centro do Universo, mas sim que tudo no espaço está se afastando de tudo o resto a um ritmo constante.

Nove anos após a revelação de Hubble, os cientistas fizeram outra descoberta espantosa. Há muito tempo que os pesquisadores tentavam medir com precisão as distâncias cósmicas olhando para a luz de estrelas distantes. No final dos anos 90, depois de examinar supernovas distantes, duas equipes independentes descobriram que a luz das explosões estelares é mais fraca do que o esperado. Isso indica que o universo não só está se expandindo, mas também se acelerando em sua expansão.

Essa descoberta deu aos físicos motivo para coçar a cabeça desde então, ganhando também aos seus descobridores o Prêmio Nobel de Física em 2011.

O que faz a energia negra?

Embora os investigadores não compreendam inteiramente a energia negra, eles usaram o seu conhecimento do fenómeno para construir modelos do universo que explicam tudo, desde o Big Bang até à estrutura moderna de galáxias em grande escala. Alguns desses modelos prevêem que a energia escura irá rasgar tudo o que existe bilhões de anos a partir de agora.

A explicação principal da energia escura sugere que é um tipo de energia reprimida inerente ao tecido do espaço-tempo. “Este modelo simples funciona muito bem na prática, e é uma adição direta ao modelo cosmológico sem ter que modificar a lei da gravidade”, disse Baojiu Li, físico matemático da Universidade de Durham, no Reino Unido, anteriormente à Live Science. Mas a idéia vem com um grande problema: os físicos prevêem que o valor da energia do vácuo deve ser 120 ordens de magnitude superior ao que os cosmólogos observam nas medições, disse Li.

Uma idéia alternativa postula que a energia escura é uma força fundamental adicional, unindo as quatro já conhecidas (gravidade, eletromagnetismo e as forças nucleares fortes e fracas). Mas esta conjectura não explica porque os humanos não notam esta força extra no nosso dia-a-dia. Assim, os teóricos também construíram modelos criativos sugerindo que essa força misteriosa está escondida de alguma forma.

O valor medido da energia escura é atualmente o tema de um intenso debate entre facções rivais na física. Alguns pesquisadores mediram a força da energia escura usando o fundo cósmico de microondas, um eco obscuro do Big Bang, e produziram uma estimativa.

Mas outros astrônomos, que medem a força da energia escura usando a luz de objetos cósmicos distantes, produziram um valor diferente, e ninguém ainda foi capaz de explicar a discrepância. Alguns especialistas têm sugerido que o poder da energia escura varia com o tempo, embora os proponentes dessa idéia ainda não tenham conseguido convencer a maioria de seus pares dessa explicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.